domingo, 24 de julho de 2016

MEMÓRIA DE CURTO PRAZO SÓ FACILITA A CONSOLIDAÇÃO DO GOLPE.

Já fiz algumas postagens falando sobre a memoria de curto prazo ou recente da militância petista com seus comentários e postagens ao sabor das pautas editorias das grandes corporações de comunicação do país.
Ninguém faz mais alusão ao áudio das conversas entre o senador Romero Jucá e o ex-presidente da Transpetro, Sérgio machado.
Mas por que a memória não arremete mais a este fato político?
Simples!
Não ocupa mais lugar de destaque nas machetes de jornais e chamadas dos grandes jornais televisivos, simples assim...
O PT tem uma grande militância comprometida por filiação e por simpatia,contudo, no que diz respeito a sua qualidade é um desastre.
Postam coisas e mais coisas em suas páginas nas redes sociais sem jamais terem lido o artigo ou matéria por eles postadas.
Fazem as coisas instintivamente se comportam como uns alienados e não como seres pensantes.
Me recordo do meu curso de formação política no bairro da Boca do Rio, o que vi de responsáveis por sessões ou diretórios municipais do partido nos rincões do estado é uma vergonha - não passam de meros democratas,peemedebistas ou peessedebistas fazendo uso da legenda dos Partido dos Trabalhadores.
Em tempo: Uso o neologismo de "Militância acometida da Síndrome da Dory".

José Carvalho, Salvador, julho de 2016.