terça-feira, 9 de junho de 2015

QUANDO NÃO SE SABE PROTESTAR APAGA INCÊNDIO COM GASOLINA.


Existe uma palavra na língua portuguesa chamada "contexto" e torcer esse contexto a pretexto de impor um sofisma coletivo não soa bem. 

Dizer que Jesus cura a homofobia e a intolerância é correto,  respeitar as diversidades acho certo mas querer chocar,agredir os opositores nessa área tão delicada só faz recrudescer os ânimos da intolerância.

Essa ação duvidosa da 19ª Parada Gay em colocar um travesti como se fosse o Cristo em cima de um trio elétrico para "defender" a causa LGBT em nada ajuda este público, ao contrário, aumenta a aversão da sociedade por ela porque agride a fé e os valores das pessoas com a sua postura reprovável.

Dizer que todo mundo é gay e que o mundo é gay  a fim de abarcar todos em um lugar comum, só gera preocupações e tensões com os setores mais conservadores da nossa sociedade que vê nesta iniciativa do ativismo gay um desejo de impor os seus valores aos demais.

A liberdade plena só é algo positivo quando é exercida com responsabilidade e não confundida com licenciosidade e libertinagem para se cometer todo tipo de violência.

Por outro lado, a sociedade pode ver nisso  uma "estratégia da gradação" a arte de manipular que ensina que para fazer com que se aceite algo  inaceitável basta aplicá-la gradativamente.

Quem não sabe protestar apaga incêndio com gasolina.

José Carvalho, Salvador, maio de 2015.