terça-feira, 31 de março de 2015

A RELAÇÃO DIRETA DA MENTE DO BRASILEIRO COM HOLLYWOOD

Costumo escrever baseado em minhas experiências interpessoais, no que vejo e ouço nas ruas.
E algo que há algum tempo vem me intrigando, me chamando a atenção é o alto grau de alineação do brasileiro.
Poderia citar vários exemplos em relação a isso mas ficarei apenas com um.
Conversando com pessoas conhecidas e amigos sobre as denuncias da pesquisadora e escritora inglesa Frances Stonor, do Edward Snowden e do site Wikileaks de que o ex-presidente FHC é um agente a serviço da CIA no Brasil e que em seu governo houve a entrega de grande parte das nossas riquezas aos investidores americanos episódio conhecido como a Privataria Tucana, a sua tentativa de transformar a Petrobras em Petrobrax para facilitar a sua venda aos americanos e que o Projeto Prisma foi implantado no país em seu governo - elas riem,desdenham e acham isso um absurdo.
Então fiquei raciocinando e buscando entender o por que disto ocorrer.
Existem várias explicações para o "por que" disso ocorrer, listo apenas os exemplos que considero mais importantes:
- O brasileiro pouco lê e pouco escreve e quando ler alguma matéria na maioria das vezes não entende o que leu, por isso prefere as informações já pronta através dos telejornais ou estações de rádio.
- E invariavelmente a sua fonte preferencial em busca da informação é a Rede Goebbels de Televisão - a Mãe De Todas As Manipulações no Brasil.
Sendo,assim, algo para se ter crédito perante a opinião publica tem que ser vinculado através dos telejornais desta emissora de televisão se não vai passar desapercebido ou desacreditado da maioria dos brasileiros.
Mas além dos fatores apontados para a descrença do brasileiro em não enxergar, em não aceitar e acreditar que um ex-presidente possa ser um agente da CIA é o desconhecimento e o desinteresse pela História, já fiz citação em outros textos do serviço secreto de Israel que quase elege um agente presidente da Síria e a outro chegou a fazer Conselheiro do Ministério da Defesa da Síria e por ultimo, o "Fator Hollywood".
Quando se fala de serviços secretos a mente do brasileiro remete para os filmes de Hollywood do tipo Sr. e Sra. Smith e ao Agente 007.
Desconhecem que um serviço secreto não atua à luz, de dia mas à sombra.
A atuação dos serviços secretos não é algo palpável,concreto e absoluto que algum governo consiga provar por A + B a sua atuação, o agente não deixa cartão de visitas no local - senão ele deixaria de ser secreto.
O que dizer do "acidente" ocorrido em 2009 na Base de Alcântara com a explosão do foguete brasileiro VLS que levou a óbito grande parte da nossa nata de cientista em tecnologia aeroespacial?
Só o jornal Folha de São Paulo escreveu uma matéria sem repercussão sobre as boias com sinais de telemetria encontradas no mar próximas a base de lançamento de foguetes.
É isso, o processo de desalienação do brasileiro vai demorar ainda algumas décadas.
José Carvalho, Salvador, março de 2015.