segunda-feira, 30 de março de 2015

A VOLTA DE ZHONG GUO OU DO PAÍS DO MEIO, CHINA


Já há algum tempo a China se articula para voltar a sua assimetria geopolítica mundial de maior potencia global até o século XVIII.

A criação do BRICS, do Banco BRICS e do BAII com capital inicial de US$100 bilhões e US$50 bilhões respectivamente, importante se notar a adesão do Reino Unido, Alemanha, França e Itália que aderiram ao BAII o banco de investimentos em infraestrutura da Ásia.

A sua assimetria envolve o poder econômico, militar e a ampliação da sua influência diplomática a nível mundial.

Aos poucos o País do Meio se move como peças de um jogo de xadrez e assim mina o poder de influência do FMI e do Banco Mundial sobre a economia mundial, instituições financeiras sobre a influência direta da Casa Branca.

Mas os planos de Zhong Guo são mais ambiciosos, a sua pretensão é quebrar a hegemonia do dólar como moeda padrão de troca do comercio exterior.

E por meios não oficiais EUA trabalha nos bastidores para atingir membros do BRICS a fim de  desestabilizar a aliança entre China, Brasil,Rússia e a África do Sul e, assim, impedir os planos de Pequim em sua guerra sem o uso de arma letais contra a hegemonia imperialista norte americana.

José Carvalho,Salvador, março de 2015