quinta-feira, 9 de abril de 2015

OS DEPUTADOS FEDERAIS IRMÃO LÁZARO, A TIA ERON E A TRADUÇÃO LITERAL DAS ESCRITURAS.

A bancada evangélica no Congresso Nacional é conhecida por sua inépcia para a atividade parlamentar, fisiologismo indecoroso e de invariavelmente votar alinhada com os interesses direitista e conservadores de grupos políticos nacionais.
Por que isso ocorre? Deve está a se perguntar o leitor.
Isso ocorre por causa de uma tradução literal do texto de Mateus 25:34, que diz quem está à direita do Senhor é ovelha, vai para o céu, enquanto quem estiver à esquerda é bode, vai para o inferno.
Ou seja, a interpretação em sentido literal de Mateus 25:34 sem a preocupação com a análise, a explicação e a interpretação cuidadosa do seu contexto produz um raciocínio equivocado.
Exemplificando:
- Para ser de direita, de Deus, tenho que ovacionar o Golpe de 64.
O PT é um partido de esquerda de víeis socialista de centro, portanto, não é de Deus.
Ainda que o PT tenha possibilitado que milhões de brasileiros fizessem 3 refeições ao dia, quebrar os paradigmas sociais com as suas politicas afirmativas de reparação racial, colocar o pobre no Orçamento da União, dar acesso às classes C,D e E a bens duráveis, garantir o ganho real do salário mínimo, diminuir o déficit habitacional com o programa Minha Casa, Minha Vida e etc.....
Mas se deixassem a alienação e a dependência de um "guru" iluminado que detêm a exclusividade de ser o oraculo de Deus e fossem examinar as Escrituras por si mesmas, perceberiam que o Senhor Jesus Cristo era de esquerda.
É só ler o Sermão da Montanha, o conselho que Ele deu ao jovem rico - o bispo Macedo pula essa parte,exceto, na Fogueira Santa para aplicá-la aos fiéis  -  o Seu discurso causou grande alvoroço entre a Cúpula Romana os fazendo chamar de "agitador das massas" .
A PL 4.330 era a "menina dos olhos" da direita elitista do país e o "Calcanhar de Aquiles" para desconstruir todas as conquistas do Direito Trabalhista da classe operária brasileira.
Como era uma ambição da direita,portanto, de "deus", os "irmãos" votaram contra os interesses do povo mais uma vez.
José Carvalho, Salvador, abril de 2015.