segunda-feira, 27 de abril de 2015

QUEM NÃO INVESTE NO SOCIAL OFERECE CARNAVAL.

O carnaval de Salvador até o início dos anos 80 era realizado em um período de 3 dias, depois o avô do atual prefeito aumentou para 5 e tempos depois para 7 dias.
No carnaval deste ano o prefeito anunciou que o carnaval de 2016 vai começar em um domingo antes do período momesco,portanto, duração de 10 dias.
A semana passada foi anunciada a "Micareta de Orla" de Salvador.
Os ganhos de carnaval são para uma minoria como as cervejarias, donos de blocos, camarotes e bem pouco, a hotelaria.
Salvador precisa é de trabalho, que se invista no social, ofereça cursos técnicos a população de baixa renda, ações sociais de recuperação dos viciados em crack como fez Haddad em São Paulo, olhar para as marisqueiras da cidade baixa o que não vai faltar é situações precárias em nossa cidade.
Contudo, essa visão do social, de olhar para o próximo como gente como a gente só mesmo dentro da visão socialista democrática do PT.
A direita desde a Roma antiga não abandonou a prática do pão e crico, ainda mais agora que o PT garante o pão através das suas políticas sociais, a direita só precisa se preocupar como o circo.
José Carvalho, Salvador, abril de 2015.